top of page
focosmais-header-blog.png

Assine nossa newsletter!

Pronto, você está cadastrado(a) na nossa Newsletter

Manual de todas as Demonstrações Contábeis.


Artigo produzido por Leila Vilas Boas. Imagine que está preenchendo um formulário do banco e neste formulário você precisa informar valores como receita bruta e líquida, deduções, custos, despesas e resultado (lucro ou prejuízo) de um determinado período. 


Qual demonstração contábil você consultaria para fazer este preenchimento? 

Neste artigo, preparamos um manual prático das demonstrações contábeis para você saber o que solicitar ao seu contador sempre que precisar de uma informação e ter esses documentos como suporte para tomada de decisões.


Balanço Patrimonial


Para entender o Balanço Patrimonial, você precisa saber o que é ativo, passivo e patrimônio líquido.


Ativo: no grupo do ativo estão todos os bens e direitos da empresa, exemplo: valores a receber dos clientes, impostos a recuperar, saldo das contas bancárias e aplicações financeiras, maquinários, posição de estoque, entre outros.


Passivo: já no grupo do passivo, estão as obrigações da empresa, exemplo: empréstimos, fornecedores, obrigações trabalhistas, impostos a pagar, entre outras obrigações.


Patrimônio Líquido: no ativo encontramos os bens e direitos da empresa, no passivo as obrigações e no Patrimônio Líquido encontramos a diferença entre os grupos do ativo e passivo, juntamente com o capital social.


Confira abaixo um modelo de balanço patrimonial:

ATIVO

PASSIVO

CAIXA

FORNECEDORES

BANCO

EMPRÉSTIMOS E FINANCIAMENTOS

DUPLICATAS A RECEBER

SALÁRIOS

ESTOQUE

PATRIMÔNIO LÍQUIDO

MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS

CAPITAL SOCIAL

VEÍCULOS

LUCROS ACUMULADOS



No balanço patrimonial, o gestor tem o retrato geral da empresa: os bens e direitos disponíveis e as obrigações a pagar. Essa demonstração além de ser obrigatória, é essencial para que o gestor analise a evolução da empresa no decorrer dos anos, faça planejamentos e auxilia na tomada das demais decisões.


Para saber mais sobre o Balanço Patrimonial,confira nosso artigo: Balanço Patrimonial: O que é e para que serve? 



Demonstração do Resultado do Exercício (DRE)


A D.R.E é uma síntese das operações da empresa. Pode ter várias estruturas,mas em toda DRE consta  a receita bruta, deduções, custos,despesas outras receitas não operacionais e receitas financeiras. No fim, é informado o lucro ou prejuízo da empresa daquele período.


Abaixo uma estrutura de D.R.E para melhor entendimento:


Receita Bruta

(-) Deduções

(-) Custos

=Receita Liquida

(-) Despesas Operacionais

(-) Despesas Administrativas

(-) Outras Despesas

(+) Outras Receitas

(-) Despesas Financeiras

(+) Receitas Financeiras

(=) Resultado Antes do IR e CSLL

(-) IR/CSLL

(=) Resultado Líquido do Exercício


Além de ser uma demonstração obrigatória, é um relatório essencial para avaliação da saúde da empresa e auxílio na tomada de decisões.


Demonstração de Fluxo de Caixa (DFC)


A DFC, em resumo, lista todo movimento de saídas e entradas de dinheiro da empresa. Nessa declaração temos todas as origens do dinheiro e sua aplicação.


É uma demonstração obrigatória a todas as empresas de capital aberto e empresas com patrimônio líquido superior a R$ 2.000.000,00 e é essencial para demonstrar a capacidade de geração de caixa da empresa.


Confira abaixo um modelo de DFC:

ATIVIDADES OPERACIONAIS

Valores Recebidos de Clientes

Valores pagos a fornecedores

Valores pagos a empregados

CAIXA GERADO PELAS OPERAÇÕES

Tributos pagos

FLUXO DE CAIXA ANTES DE ITENS EXTRAORDINÁRIOS

Outros recebimentos(pagamento) líquidos

CAIXA LÍQUIDO PROVENIENTE DAS ATIVIDADES OPERACIONAIS

ATIVIDADES DE FINANCIAMENTO

Empréstimos tomados

CAIXA LÍQUIDO GERADO PELAS ATIVIDADES DE FINANCIAMENTOS

Aumento nas Disponibilidades

DISPONIBILIDADES - NO INÍCIO DO PERÍODO

DISPONIBILIDADES - NO FINAL DO PERÍODO


Demonstração de Lucros ou Prejuízos Acumulados (DLPA)


A DLPA é a demonstração que retrata como o lucro da empresa é aplicado. 


A legislação não permite que a conta de lucros acumulados conste no balanço patrimonial no fim  do exercício, portanto, esse lucro deve ser destinado e a DPLA “Demonstração de Lucros ou Prejuízos Acumulados” demonstra a destinação desse lucro, que pode ser distribuído, incorporado ao capital social ou transferido para reserva de lucros, por exemplo.



Observe abaixo a estrutura da DLPA:


 R$ XXX,XX

Ajuste de Exercicios Anteriores

 R$ XXX,XX

Reversão de Reserva de Lucros

 R$ XXX,XX

Lucro Liquido/Prejuizo Liquido

 R$ XXX,XX

Transferencia para reserva de lucro

R$ XXX,XX

Dividendos

R$ XXX,XX

Parcela de lucro incorporado ao capital social

R$ XXX,XX

Dividendos antecipados

R$ XXX,XX

Saldo Final

R$ XXX,XX

Demonstração do Valor Adicionado (DVA)


A DVA é um relatório que demonstra a produção de riqueza pela empresa e a destinação desses valores.


Para exemplificar: uma empresa fabricante de moveis adquiriu matéria prima por R$ 150,00 para produzir um modelo de mesa que é comercializada por R$ 850,00 e estima ter um lucro de R$ 200,00.


Observe que,para ter um lucro de R$ 200,00 em um produto que é comercializado por R$ 850,00 essa empresa teve custos com aluguel,impostos,energia eletrica, entre outros. 


A DVA retrata como essa diferença entre o valor de venda e o lucro foi distribuido.


Confira abaixo a estrutura da demonstração:


1. Receitas

2. Insumos adquiridos de terceiros (-)

3. Valor adicionado bruto (1-2)

4. Depreciação, amortização e exaustão (-)

5. Valor adicionado líquido (3-4)

6. Valor adicionado recebido em transferência

7. Valor adicionado a transferir (5+6)

8. Distribuição do valor adicionado


A DVA é uma demonstração obrigatória para empresas de capital aberto (S/A).


Notas Explicativas


Para complementar e esclarecer as informações das demonstrações contábeis,a legislação prevê que, quando necessário, estas declarações devem ser acompanhadas das notas explicativas, que basicamente são informações adicionais sobre os eventos ocorridos.


As notas explicativas são importantes para a transparência da situação financeira da empresa e melhor entendimento dos fatos contábeis, auxiliando na tomada de decisões.


Este manual foi desenvolvido para você consultar de forma prática e objetiva sempre que tiver dúvidas sobre alguma demonstração contábil. Confira no nosso blog mais artigos e guias preparados  para facilitar sua vida. Alguns tópicos que também podem ser de seu interesse:




Nos acompanhe também nas mídias sociais:




57 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo

Comments


categorias:

recentes:

notícias:

dúvidas?

bottom of page