top of page
focosmais-header-blog.png

Assine nossa newsletter!

Pronto, você está cadastrado(a) na nossa Newsletter

Como emitir NFTS em Salvador

Artigo produzido por Tiago Santo Silva.

Nesse artigo iremos aprender um pouco sobre um tema pouco falado, que é a Nota Fiscal Do Tomador de Serviços e como emitir uma NFTS em Salvador/Bahia. Então fica comigo até o final deste artigo para tirarmos todas as dúvidas.



O que é uma NFTS


A Nota Fiscal Eletrônica do Tomador de Serviços – NFTS é uma declaração de serviços tomados. Desde 13/10/2014, com a publicação do Decreto 25.406/14, todas as pessoas jurídicas, condomínios residenciais e comerciais ficaram obrigados de emitir NFTS, a partir da contratação de serviços de estabelecimentos situados fora do município de Salvador, de empresas que não emitam nota fiscal ou quando o serviço contratado for via RPA (recibo de pagamento de autônomo).


Ou seja, todos são obrigados a emitir NFTS, mesmo que não seja obrigado a reter na fonte o ISS.


Por exemplo: A empresa Silva Limitada situada em Salvador tomou um serviço de Controle de Pragas em 05/05/2021 da empresa JC Limitadas Ltda que é de Camaçari, assim, para empresa cumprir com seu dever em relação ao fisco, deverá ser emitida uma NFTS.

Nos casos em que o Tomador tenha a responsabilidade pela substituição tributária, terá que selecionar a opção de ISS Retido para promover a retenção e recolhimento do imposto correspondente a ela.


Procedimento para emissão da NFTS:


1º Passo: Acesse o Portal de Emissão de Notas de Salvador e efetuar o login de acordo com o seu cadastro.



2º Passo: No lado esquerdo da tela inicial, clicar em EMISSÃO NFTS:



3º Passo: Nessa tela, informar CNPJ/CPF do prestador de serviços e clicar em avançar:



4º Passo: Verificar se os dados do Prestador conferem com o informado ou o da Nota Fiscal:



5º Passo: Verificar qual o tipo de tributação e colocar a data que foi prestado o serviço:


Dica do mestre: No campo TRIBUTAÇÃO DOS SERVIÇOS, geralmente é a opção NORMAL, mas é importante verificar com o Prestador se ele possui Imunidade, Isenção, Suspensão ou algum tipo de Decisão Judicial que não permita a tributação.



6º Passo: Informar as opções no campo DOCUMENTO FISCAL:


  • Se receber NF de outro município, selecione a opção ‘documento fiscal emitido por outro município’. O número a ser informado é o próprio número da NF. Se a serie não constar na NF, informe a série 1;

  • Se contratar serviço de autônomo, selecione a opção ‘dispensado de emissão de documento fiscal’. O número da nota fiscal pode seguir uma sequência numérica. Deve informar a série 1.


7º Passo: Deve selecionar o tipo de prestador de serviços, CNAE (código da atividade) e o código de serviço relacionado ao que foi prestado:

Dica do mestre: Se o serviço prestado tiver sido emitido Nota Fiscal, o CNAE e o código de serviço devem ser idênticos aos informados na nota fiscal. Caso tenha sido prestado e emitido RPA, o CNAE e o código de serviço devem ser os mais próximos ao serviço prestado. Caso tenha dúvidas, contate seu Contador.



8º Passo: Nesse campo deve informar se o ISS foi retido pelo Tomador, se o prestador é optante pelo Simples Nacional, o valor dos serviços e a discriminação dos serviços:

  • Se receber NF de outro município e for obrigado a fazer a retenção de ISS selecione a opção “SIM” no campo ISS RETIDO PELO TOMADOR.

  • Se contratar serviço de autônomo, via RPA, selecione a opção “SIM” no campo ISS RETIDO PELO TOMADOR.

  • Em nenhuma das hipóteses acima, seleciona a opção “NÃO” no campo ISS RETIDO PELO TOMADOR.


9º Passo: Preenchido tudo é só clicar em emitir.



Qualquer dúvida e/ou sugestão, deixe nos campos dos comentários e se este tópico

lhe foi útil, clique no coraçãozinho e compartilhe.


Alguns tópicos que também podem ser de seu interesse:



Nos acompanhe também nas mídias sociais:


483 visualizações0 comentário

Comments


categorias:

recentes:

notícias:

dúvidas?

bottom of page