top of page
focosmais-header-blog.png

Assine nossa newsletter!

Pronto, você está cadastrado(a) na nossa Newsletter

Fusão e Aquisição: O que é e como funciona esse processo



Artigo produzido por Valentina Ferreira Santos Pedrosa.

Atualmente com a descentralização de mercados locais e o crescimento dos externos, os processos de fusão e aquisição no Brasil tiveram um grande crescimento, sendo utilizado como uma estratégia corporativa para o crescimento das empresas. Alguns exemplos disso são: Magazine Luiza e a Netshoes; OLX e Grupo Zap; Azul linhas aéreas que comprou as empresas Two Flex e da Two Taxi Aéreo Ltda, cuja fusão resultou na Azul Conecta.


Como um aspecto da gestão estratégica, as fusões e aquisições podem permitir que empresas cresçam e mudem a natureza de seus negócios ou posição competitiva, para aumentar sua participação no mercado.


Acompanhe esse artigo e entenda um pouco mais sobre esse processo de fusões e aquisições.


O que é Fusão e Aquisição?

O termo Fusão e Aquisição, ou M&A (Mergers and Acquisitions), em inglês, é o processo de compra e venda ou fusão entre empresas. Essa é uma tomada de decisão estratégica que vem acompanhada de uma série de etapas que precisam ser estudadas e baseadas na realidade.


  • Fusão é um processo no qual duas ou mais empresas se juntam para formar uma nova empresa. Isto é, duas ou mais empresas deixam de existir legalmente e formam uma nova empresa, com nova identidade.

  • Aquisição/Incorporação é quando uma empresa compra o controle acionário de outra. Ao contrário da fusão, uma nova empresa não nasce de um processo de aquisição, ao invés disso, há o desaparecimento legal da empresa comprada. Ou seja, é a compra de uma empresa por outra, na qual somente uma manterá sua identidade.


Em uma fusão, normalmente as partes envolvidas possuem atuação em comum. Empresas do mesmo segmento que decidem se fundir para criar um negócio de grande porte e mais sólido. Já na aquisição pode ter fins estratégicos, com o objetivo de atuar em novos departamentos e que podem apresentar afinidade com a empresa compradora ou também para o crescimento da marca da empresa e a redução da concorrência em um determinado segmento.


Etapas do processo de Fusões e Aquisições

O resultado da experiência do comprador na identificação, análise e execução do negócio, é o sucesso de uma transação de fusão e aquisição. Podendo ser definidas em sete etapas:


  1. Desenvolvimento do plano de execução: é o momento de estabelecer os principais objetivos, identificar produtos e tecnologias alvo, aprofundar o conhecimento da empresa, definir pessoas envolvidas e prazos.

  2. Avaliação da empresa: é hora de ser avaliada a posição financeira da empresa, projeções financeiras e em questões como volume de vendas, receita, custo e balanço.

  3. Valuation: estimar o valor da empresa alvo de forma sistematizada, usando um modelo quantitativo. Os principais métodos são, Método Fluxo de Caixa Descontado - utilizado nas projeções risco e retorno; Método dos Múltiplos de Mercado - realizada em análises comparativas de desempenho econômico da empresas; e Método do Valor Patrimonial - demonstra todos os ativos (bens e direitos) e passivos (dívidas e deveres) da empresa, bem como se o patrimônio acumulado está em ascensão ou declínio.

  4. Tomada de decisão: a liderança deve avaliar os benefícios e as desvantagens da aquisição ou fusão proposta e tomar uma decisão.

  5. Negociação e estruturação: nesta etapa, o objetivo dos envolvidos é entrar em acordo sobre o preço e a estrutura da transação.

  6. Execução do processo de Due Diligence: fazer uma revisão da posição financeira, jurídica e operacional da empresa alvo para garantir a precisão das informações obtidas anteriormente, a fim de compreender completamente as questões, oportunidades e riscos associados à transação.

  7. Conclusão: passada todas as fases, segue uma etapa de ajustes finais e, em alguns casos, alguns termos são negociados. Para finalizar, redige-se um contrato de venda e, após assinado (momento denominado “sign”), conclui-se a transação financeira, a qual é anunciada para o mercado.


Pelo apresentado, percebe-se que fusão e aquisição de empresas pode ser considerada uma sinergia para o crescimento, diversificação de produtos e serviços, e a obtenção de inúmeros lucros para quem os utiliza. Dessa forma, elas são consideradas ótimas opções para a empresa que não tem medo de arriscar e deseja construir novos caminhos no mundo corporativo.


Nos siga para mais conteúdo e não se esqueça de clicar no coraçãozinho e compartilhar.


Alguns tópicos que também podem ser de seu interesse:




Nos acompanhe também nas mídias sociais:







87 visualizações2 comentários

Posts Relacionados

Ver tudo

2 Comments


Guest
Sep 29, 2022

vocês fazem o cálculo de valuation?

Like

Guest
Sep 23, 2022

Muito bom!

Like

categorias:

recentes:

notícias:

dúvidas?

bottom of page