top of page
focosmais-header-blog.png

Assine nossa newsletter!

Pronto, você está cadastrado(a) na nossa Newsletter

Como declarar ações na Declaração de Imposto de Renda Pessoa Física?



Artigo produzido por Leila Vilas Boas.

Investir está cada vez mais fácil. Tem muita gente investindo, as plataformas estão mais fáceis de operar e existe muito conteúdo legal e acessível na internet para todo mundo ficar craque no assunto, inclusive no nosso blog, nós te ensinamos como apurar o IR nas operações com ações (link do artigo) e te ensino a gerar o DARF (link do artigo - como gerar DARF de ganho na bolsa).


Mas, mesmo com toda facilidade, você não pode esquecer que essas operações devem ser informadas à Receita Federal na Declaração de Imposto de Renda da Pessoa Física, que neste ano, tem vencimento em 31/05/2023, mesmo que você não tenha tido ganho nas operações.


Mas, não se preocupe: informar suas ações na Declaração de Imposto de Renda não é um bicho de sete cabeças e eu posso provar.


Para declarar, você precisa do informe de rendimentos, notas de corretagem e os DARF‘s gerados.


Como falei no artigo de como apurar o IR nas operações, é muito importante fazer o controle mensal das compras e vendas e nesse momento da declaração é essencial ter essas informações organizadas.


Vamos lá?



1. Na tela inicial, no lado esquerdo, clique em “ bens e direitos” e depois, clique em “novo”


2. No campo grupo, selecione a opção 03 - Participações Societárias e no campo código, selecione a opção 01 - Ações.


3. No campo “CNPJ” informe o CNPJ da empresa que você adquiriu as ações e abaixo, no campo discriminação, informe os dados da ação. Se a ação foi negociada em bolsa, clique em “sim” no campo “Negociados em Bolsa?” e preencha o código denegociação.




Dica do Mestre: Na discriminação não existe uma regra específica, mas você não deve deixar de informar a quantidade de ações e o custo médio de aquisição.


4. Aqui você irá informar a situação da ação no ano anterior e a situação no ano calendário que você está declarando.


Dica do Mestre: No nosso exemplo, estamos declarando no ano calendário 2022. Caso a ação tenha sido comprada em 2022, o valor referente a 2021 deve ser zero. E caso você tenha a ação em 2021 e tenha sido totalmente vendida em 2022, o valor referente a 2022 deverá ser zero. Independente do dia da compra, deve informar o valor da ação em 31/12/2022.


Como declarar os ganhos?

As operações mensais abaixo de R$20.000,00 que tenham tido lucro, são isentos de IR e são declarados na ficha rendimentos isentos e não tributáveis.


E também, caso a sua ação seja de uma empresa que distribui dividendos ao longo do ano, deve informar neste mesmo campo de rendimentos isentos e não tributáveis.


5. no campo tipo de rendimento selecione o item 20 - Ganhos Líquidos em operações no mercado à vista de ações negociadas em Bolsas de Valores e logo abaixo informe o valor do rendimento.



As operações mensais acima de R$20.000,00 (ou seja, em um mês você realizou a venda de mais de R$ 20.000,00 em ações e teve algum lucro nesta venda, que tenham, portanto, gerado ganho, são declaradas na ficha “renda variável”.


6. Tenha em mãos o seu controle mensal e os DARFs para preencher essa ficha. Preencha apenas os meses em que houve operações acima de R$20.000, que tenham gerado lucro. Observe que existem campos separados para declarar os ganhos da operação comum e day trade.


Mais abaixo, você encontrará os campos RESULTADO e CONSOLIDAÇÃO NO MÊS.


7. confira se o valor do IR está de acordo com o DARF gerado.


8. neste campo, você deve informar o IR retido, o valor você encontra na nota de corretagem. Todo esse processo deve ser feito em cada aba (mês) da ficha.



Como declarar os Juros sobre o capital próprio?

Além dos dividendos, algumas empresas remuneram os acionistas com juros sobre o capital próprio. Caso você tenha recebido, esses valores devem ser informados na ficha Rendimentos Sujeitos à Tributação Exclusiva/Definitiva.


9. no campo Tipo de Rendimentos, selecione a opção 10 - Juros sobre capital próprio. Informe o CNPJ e o nome da empresa que está pagando os juros. No campo valor, informe o valor líquido recebido a título de Juros sobre o capital próprio.



Pronto! Confira no nosso blog mais tutoriais descomplicados!


Gostou? No nosso blog tem muitos tutoriais e artigos para você! Nos siga para mais conteúdo e não se esqueça de clicar no coraçãozinho e compartilhar.


Alguns tópicos que também podem ser de seu interesse:




Nos acompanhe também nas mídias sociais:



118 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo

Comments


categorias:

recentes:

notícias:

dúvidas?

bottom of page