top of page
focosmais-header-blog.png

Assine nossa newsletter!

Pronto, você está cadastrado(a) na nossa Newsletter

Como diminuir os riscos de não receber o pagamento pelos serviços prestados

Atualizado: 3 de out. de 2023




Artigo produzido por Ciane Cabral.

É comum que todo negócio esteja sujeito ao risco de lidar com a falta de pagamento por parte de clientes, mas é importante ressaltar que essa situação pode ser controlada e administrada de forma eficiente.


Mesmo que sua empresa tenha apenas alguns clientes no momento, é extremamente importante adotar medidas que reduzam a possibilidade de não receber o pagamento pelos serviços prestados. Isso é fundamental para garantir a estabilidade financeira e a continuidade do seu negócio. Essa ação visa a assegurar que, no futuro, quando o número de clientes aumentar, você já tenha uma estrutura bem organizada para lidar com essa possibilidade de forma eficiente.


Existem várias ações que você pode adotar para reduzir os riscos de não receber o pagamento pelos serviços prestados. Aqui estão algumas sugestões:


  1. Contrato: Elabore contratos minuciosos que deixem de maneira explícita os detalhes sobre como e quando os pagamentos devem ser efetuados, estabelecendo prazos bem definidos, além de descrever as penalidades a serem aplicadas caso ocorra a falta de pagamento dentro do prazo estipulado.

  2. Pagamento Antes do Serviço: Considere solicitar um pagamento adiantado ou um depósito como garantia, especialmente em projetos maiores.

  3. Faturas Detalhadas: Crie faturas que sejam fáceis de entender, fornecendo informações claras sobre os serviços realizados, os valores envolvidos e as datas exatas em que o pagamento deve ser efetuado.

  4. Lembretes de Pagamento: Envie mensagens de lembrete para os clientes alguns dias antes da data de vencimento, a fim de assegurar que eles estejam cientes e preparados para efetuar o pagamento a tempo.

  5. Termos e Condições Claros: Inclua termos e condições de pagamento nos seus contratos, incluindo informações sobre juros por atraso e possíveis medidas em caso de inadimplência.

  6. Monitoramento Regular: Acompanhe de perto os pagamentos e identifique rapidamente qualquer atraso para agir prontamente.

  7. Verificação de antecedentes: Antes de concordar em realizar um trabalho para um cliente, é recomendável verificar o histórico de pagamentos e a saúde financeira desse cliente. Isso ajuda a identificar possíveis dificuldades futuras com o pagamento pelo serviço prestado.

  8. Proteção com Seguro de Crédito: Pense na possibilidade de obter um seguro de crédito que ofereça cobertura contra possíveis situações de clientes que não realizem os pagamentos.

  9. Reserva para Possíveis Perdas: Mantenha uma quantia financeira separada como uma reserva para lidar com casos de clientes que não efetuem os pagamentos, de modo a minimizar o impacto negativo nas finanças da sua empresa.

  10. Automatização das Finanças: Use sistemas de automação financeira para facilitar a geração de faturas, o controle dos pagamentos e o envio automático de lembretes, simplificando assim o processo financeiro.


É importante lembrar que, apesar de todas essas medidas preventivas, é impossível eliminar totalmente a possibilidade da falta de pagamento. O foco está em reduzir essa chance ao máximo e estar pronto para lidar com a situação de forma eficaz, caso ela venha a ocorrer.


Sempre é recomendável consultar um advogado para garantir que seus contratos e políticas estejam alinhados com as leis locais e ofereçam a proteção necessária.


Alguns tópicos que também podem ser de seu interesse:




Nos acompanhe também nas mídias sociais:






22 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo

Comments


categorias:

recentes:

notícias:

dúvidas?

bottom of page